bonus

Conheça os 5 principais tipos de suturas na rotina cirúrgica.

Tendo em vista que as suturas são o conjunto de manobras realizadas para unir tecidos com a finalidade de restituir a anatomia funcional.

Abaixo você terá acesso a um conjunto de vídeos, com extrema qualidade, que irão detalhar as principais técnicas de sutura.

Sutura Festonada

Cada um de seus pontos é ancorado no anterior e no posterior. Ela é usada nos mesmos casos em que se utiliza a sutura simples contínua, mas é mais segura e distribui melhor a tensão sobre os pontos.

Sutura de Cushing

Invaginante ou inversante; não contaminante, pois inclui apenas as camadas sero-serosa, sero-muscular ou sero-submucosa; indicada principalmente para suturas de segunda camada em órgãos ocos.

Alerta: Fique atento para a diferença da sutura Connel (pegadinha de prova)!

Veja na prática

O dia a dia de um médico veterinário cirurgião envolve procedimentos que exigem bastante conhecimento e segurança ao realizar a atividade. Você se sente inseguro ou possui dúvidas sobre os procedimentos e tipos de suturas? Então assista os vídeos.

Sutura em "X" ou Sultan

Atravessa as camadas das estruturas envolvidas. Não é indicada para órgãos ocos, dessa forma não pode ser classificada como sutura contaminante ou não; indicada principalmente para o fechamento de cavidade abdominal em grandes e pequenos animais.

Sutura de Tendão

A sutura em tendões rompidos deve ser atraumática, resistente, deslizante, não estrangulante, de menor tempo cirúrgico para a realização e de fácil aplicabilidade técnica, permitindo, por conseguinte, mobilidade ativa e passiva precoce, evitando aderências e facilitando a cicatrização. Vale ressaltar que está é apenas uma das opções.

Ponto em U

Wolf ou colchoeiro – Eversante ou evaginante; contaminante (quando aplicado em vísceras); 

Simples Separado

Coaptante, contaminante ou não, dependendo do número de camada inclusa; indicada principalmente para pele, redução de espaço morto, fechamento de cavidade abdominal (pequenos animais) e vísceras ocas.

Conte conosco

O Projeto Cirurgião nasceu com o propósito de transformar a forma com que você, formando ou médico-veterinário, aprende e se atualiza sobre a cirurgia veterinária. Nosso intuito é fornecer os melhores conteúdos, com o que há de melhor no mercado audio-visual, somados com a experiência de 2 médicos-cirurgiões vidrados em repassar o que aprendem juntos em suas +250 cirurgias/mensais em média.

Tendo como meta sofisticar e aprimorar a qualidade da cirurgia veterinária no Brasil.

profile

Marcelo Portilho

Cirurgião veterinário volante (itinerante/presta serviço para as clínicas) que viaja 2mil km por semana e opera uma média de 50 cirurgias mensais.

 

Formado em 2016 pela UFMT campus de Cuiabá – MT

Residência e mestrado em cirurgia pela UNESP Jaboticabal – SP

 

Gosto de compartilhar o meu conhecimento, pois só cheguei até aqui, porque pessoas me ajudaram. 

 

Me sinto no dever de ajudar outras pessoas a gerarem resultados positivos em suas carreiras e que isso reflita em formar excelentes cirurgiões.

Dr Tiago Prada

Tiago Prada

Cirurgião veterinário volante e professor de Pós-graduação, com especialização em cirurgia de tecidos moles, ortopedia e cirurgias da coluna vertebral e mestrado em Cirurgia Veterinária.

 

Atuando como na região da grande São Paulo e interior próximo. Possui um hospital veterinário no bairro de Itaquera-São Paulo. Realiza uma média de 100 cirurgias mensais.


Gosta de lecionar em cursos extensivos e pós-graduações, com o objetivo de passar para frente o conhecimento adquirido nos meus anos de prática.

Projeto Cirurgião | 2022 © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por tecsouza.com